Barreto, Calmon (1909-1994)

Calmon Barreto de S√° Carvalho nasceu em Arax√°, Minas Gerais, em 1909.

Ainda um menino de onze anos, deixou os sert√Ķes do Tri√Ęngulo Mineiro e foi em busca de conhecimentos na antiga capital, Rio de Janeiro, onde permaneceu at√© 1967. Na Casa da Moeda deram-se seus primeiros estudos de Arte. L√°, aprendeu o desenho e a gravura em a√ßo. Breve estaria criando uma s√©rie de moedas (as chamadas vicentinas) lan√ßadas em circula√ß√£o em todo o pa√≠s em 1932. Aos 14 anos, iniciou os estudos na Escola Nacional de Belas Artes, especializando-se em desenho e escultura. Depois de obter as premia√ß√Ķes preliminares do Sal√£o Nacional de Belas Artes conquistou, em 1929, o grande pr√™mio de viagem.

Nos dois anos seguintes, cursou Escolas de Arte em Roma e peregrinou pelos museus de toda a Europa. Retornando ao Rio de Janeiro, passou a colaborar com as principais revistas e peri√≥dicos da Capital, criando cerca de mil e quinhentas ilustra√ß√Ķes de contos, cr√īnicas, livros etc. Tamb√©m executou um grande n√ļmero de esculturas, medalh√Ķes, camafeus. O monumento dedicado aos "Her√≥is da Laguna e Dourados" na Praia Vermelha √© constitu√≠do por v√°rias pe√ßas suas; a sede do Banco de Cr√©dito de Minas Gerais possui grandes baixos-relevos de sua autoria.

Em 1942, retornou à Escola Nacional de Belas Artes como professor de "Desenho do Modelo Vivo" e, em 1951, defendeu tese para a cadeira de "Anatomia e Fisiologia Artística", tornando-se Professor Titular. Por quatro anos assumiu a Direção da Escola, tendo se aposentado em 1967. Ainda na década de sessenta, pintou mais de uma centena de paisagens marinhas de Cabo Frio. A volta à Araxá se deu logo após sua aposentadoria. A partir daí, sua participação no desenvolvimento cultural da sociedade araxaense foi considerável. Criou uma série de pinturas de grande porte, relativas à história da criação da cidade; pintou os vastos campos das redondezas, sempre com a presença dos animais típicos da região; executou painéis de temáticas variadas; esculpiu grandes blocos de mármore e outros tipos de pedras, criando esculturas com temas regionais. Em colaboração com os jornais da cidade, publicou muitos contos de sua autoria.

Em 1989 publicou o livro de contos "Araticum". A família guarda outros contos inéditos para futura publicação. Em 1984, a cidade de Araxá dedicou o seu nome à "Fundação Cultural Calmon Barreto".

Calmon Barreto faleceu no dia 09 de junho de 1994.

A obra

- Série de moedas conhecidas como "Vicentinas", 1932. conheça as moedas.

- Livro de contos "Araticum", 1989.

fontes: Wikipédia - www.wikipedia.com
Governo de Minas - www.cultura.mg.gov.br
Brasilidades na Obra de Calmon Barreto - Gisele L. Faleiros da Rocha

----------------------------------------------------------------------------------------------------
Moedas Brasileiras / Moedas do Brasil / Moedas Nacionais / MoedasDoBrasil Copyright ¬© 2011-2023 Netfenix  
Reportar erros. Clique aqui! 20221127-4

Um completo e interessante compêndio das moedas brasileiras de todas as épocas.

Encontre em nosso catálogo a moeda que você está procurando:
ano/era
valor facial
material

No século 19, usava-se uma escala impressa em papel para medir moedas...

- A Escala de Mionnet
- A História do Cifrão
- Reformas Monet√°rias
- Cara ou Coroa?


A história da moeda no Brasil contada pelo Banco do Brasil, a história do dinheiro no Brasil contada pelo Banco Central do Brasil e a história das moedas brasileiras contadas por nós.

- Níveis de conservação
- Conservação das moedas
- Coroa Alta e Coroa Baixa
- Graus de Raridade
- Siglas de Gravadores
- Anversos e Reversos
- Ensaios e Provas
- Eixos e Reversos
- Legendas e Inscri√ß√Ķes
- Materiais e Metais
- Moedas de Cobre
- Descobrimento do Brasil
- Colonização do Brasil
- D. Pedro II do Brasil
- e ainda mais...