Anversos e Reversos

É comum associar o anverso de uma moeda ao lado onde aparece o valor, sendo o reverso, o outro lado contendo uma imagem qualquer. No entanto, não é bem assim...

Segundo o numismata Kurt Prober (1909-2008), anverso é a face principal da moeda que traz a efígie do soberano ou as indicações de maior importância (o nome BRASIL, por exempo). Sendo o reverso, a face oposta ao anverso onde traz os dados de importância secundária. Poderia o valor ser mais importante que o soberano?

O Banco Central do Brasil, em seu site, é mais contundente em derrubar o conceito de que o lado com o valor poderia ser o anverso. Para o BCB, anverso é a face da cédula ou da moeda onde se vê a efígie ou emblema, enquanto o reverso, é a face da cédula ou da moeda oposta ao anverso, sendo que na moeda é o lado onde se encontra o valor facial.

Anverso

Efígie da República à direita do núcleo prateado (disco interno) e transpassando para o anel dourado (disco externo), assim posicionada constitui um dos elementos de segurança da moeda de maior denominação. No anel dourado, referência às raízes étnicas brasileiras, representada pelo grafismo encontrado em cerâmicas indígenas de origem marajoara, e a legenda "Brasil".

 

Reverso

No anel dourado, a repetição do grafismo indígena marajoara. No núcleo prateado, esfera sobreposta por uma faixa de júbilo, que, com a constelação do Cruzeiro do Sul, faz alusão ao Pavilhão Nacional, e os dísticos correspondentes ao valor facial e ao ano de cunhagem.

 

Descrição do anverso e reverso da moeda de R$1,00
 encontrada no site do Banco Central do Brasil.

 

veja, também

 

Cara ou Coroa?

Moedas podem ser usadas para um jogo muito simples: "Cara ou Coroa?". Para se jogar, pega-se uma moeda e um jogador escolhe "cara" ou "coroa". Se cair a escolha que ele fez, ele ganha. Do contrário, ele perde.

A expressão "cara ou coroa" tem a ver com antigas moedas portuguesas que, em uma face, apresentavam um rosto de um soberano - a cara - e, na outra, as armas da coroa. Nas moedas brasileiras atuais, a cara seria a efígie da República ou o "homenageado" e, a coroa, o lado do valor.

Em 1727, foram cunhadas as primeiras moedas no Brasil com a figura do rei numa das faces e com as armas da Coroa Portuguesa na outra.


João V é "a cara" e as armas Portuguesas, "a coroa".

veja, também

----------------------------------------------------------------------------------------------------
Moedas Brasileiras / Moedas do Brasil / Moedas Nacionais / MoedasDoBrasil Copyright © 2011-2014 Netfenix
Reportar erros. Clique aqui! 20142103-2

Um completo e interessante compêndio das moedas brasileiras de todas as épocas.

Encontre em nosso catálogo a moeda que você está procurando:
ano/era
valor facial
material

No século 19, usava-se uma escala impressa em papel para medir moedas...

- A Escala de Mionnet
- A História do Cifrão
- Reformas Monetárias
- Cara ou Coroa?


A história da moeda no Brasil contada pelo Banco do Brasil, a história do dinheiro no Brasil contada pelo Banco Central do Brasil e a história das moedas brasileiras contadas por nós.

- Níveis de conservação
- Conservação das moedas
- Coroa Alta e Coroa Baixa
- Graus de Raridade
- Siglas de Gravadores
- Anversos e Reversos
- Ensaios e Provas
- Eixos e Reversos
- Legendas e Inscrições
- Materiais e Metais
- Moedas de Cobre
- Descobrimento do Brasil
- Colonização do Brasil
- D. Pedro II do Brasil
- e ainda mais...